Hernán Litvac, co-founder da ICOMM, conversou com a Visual Market sobre a importância da experiência de compra e da estratégia de venda m-commerce quando pensamos nas novidades do mercado digital.

 

Com relação ao crescimento das vendas mobile, quais são as funcionalidades mais importantes para o melhor funcionamento de um site na sua versão mobile?

HL: É fundamental contar com uma tecnologia que facilite a conclusão das vendas. No caso de um comprador recorrente, por exemplo, podemos pensar em um processo que ele não precise colocar os dados do cartão novamente por meio de certificados como o PCI.

“No mobile commerce a empresa precisa resolver de forma simples o acesso à informação e aos passos necessários para realizar uma transação.” explica Litvac.

Na ICOMM, percebemos que na categoria Moda, os KPI de conversão estão acima da média geral. Várias marcas têm mais visitas no mobile do que no desktop, e escolhem realizar campanhas ou disparos de email & marketing automation em horários noturnos. Precisamos continuar explorando para conseguir a melhor experiência de compra.

 

Qual é a importância dos aplicativos (apps) para a estratégia de venda?

HL: As experiências ainda são muito recentes e encontramos resultados diferentes entre si. Não uma tendência consolidada na hora de emitir uma recomendação concreta sobre isso. Essa importância vai depender de como cada marca utiliza o seu aplicativo dentro da estratégia geral.

 

Quais são as novas tendências quando pensamos na venda online?

HL: Integrar cada vez mais diferentes ferramentas, plataformas e tecnologias para saber mais sobre os consumidores com uma orientação omnicanal.

Estabelecer a customer journey identificando os touchpoints online y offline para que a experiência de compra seja completa e altamente satisfatória.

Otimizar o mix de meios para encontrar o visitante mais relevante para as conversões enquanto começamos a entender qual é a melhor forma de compra programática para conseguir essas conversões, que no princípio pode ser com retargeting na “first party audience” e com o passar do tempo com audiências de terceiros.

Colocar foco em conseguir métricas mais eficientes e começar a trabalhar com tecnologias que articulam modelos de atribuição que permitam identificar de maneira clara todas as ações que consigam essas conversões no “last click”, como também todas aquelas que aconteceram anteriormente para possibilitar isso. Nessa linha, podemos compreender melhor o valor das campanhas de alto impacto nos meios tradicionais digitais como portais de notícias, que ajudam muito no posicionamento de uma marca e são importantes para aumentar a participação do eCommerce dentro do total do faturamento da companhia.

“Temos que prestar atenção nas redes emergentes e pouco “invadidas” pelos grandes anunciantes. Em muitos casos, isso representa uma oportunidade para conseguir conversões com baixo custo antes do resto do mercado.” conclui Hernán Litvac.

 

FONTE:  “Um pouco mais da venda mobile”, Visual Market, 09/2020